Palestras Inclusivas

A sensibilização nas escolas para professores, educadores e profissionais da educação

Fotografia colorida de pessoas sentadas de costas que assistem uma mulher palestrar. Ela está de frente para a câmera.

A Fundação Dorina Nowill para Cegos realiza um projeto muito importante para que mais educadores, professores, coordenadores e agentes da educação tenham mais informações sobre alunos com deficiência visual.

Em 2016, o projeto Palestras Inclusivas impactou 1.500 professores de 52 escolas da rede de ensino do município de São Paulo, com atividades educativas e de sensibilização, informação e orientação.

A Fundação Dorina deu continuidade ao projeto e, na segunda fase, 48 instituições de ensino também receberam o projeto. Hoje, mais profissionais que atuam com alunos com idade até 17 anos têm mais condições de melhorar sua atuação junto aos estudantes com deficiência visual, favorecendo o processo de inclusão.

O projeto ainda oferece suporte e apoio aos participantes das Palestras Inclusivas por meio de folhetos, cartazes e material informativo sobre as fases da criança com deficiência visual.

Aos profissionais de educação que se interessem por atividades como as Palestras Inclusivas e queiram mais informações, entrem em contato.

Estamos juntos pela inclusão escolar!